Bibliotecário Digital: desafios e oportunidades

Nos últimos anos, o papel da tecnologia foi fundamental para o avanço – ou mesmo reinvenção – de diversas áreas profissionais. O Bibliotecário Digital é um exemplo prático desse fenômeno… ou melhor, dessa transformação sem volta!

Assim como todo o setor editorial no mundo, os bibliotecários precisaram se adequar às mudanças e aos novos formatos de leituras modernas, em que os e-livros e as bibliotecas virtuais simplesmente revolucionaram os métodos de estudos e de conhecimento em questão de pouco tempo.

Mas será que todos os profissionais da área já se reconhecem como um Bibliotecário Digital? Quais os desafios e oportunidades desta nova era tecnológica no setor? O que se pode esperar para a profissão em tempos de Bibliotecas Digitais?

Essas e muitas outras questões que serão temas desse nosso artigo! Portanto, aproveite a leitura e confira as dicas. Vamos começar?

O papel do bibliotecário na Era Digital do conhecimento

Da mesma forma em que as bibliotecas ganharam uma nova “roupagem” nos últimos anos, imposta pelo advento da tecnologia, o bibliotecário também precisou acompanhar essa mudança de perfil e até mesmo de atividade.

Afinal, o chamado Bibliotecário Digital, hoje, deixa de ser aquele profissional responsável simplesmente pelo o acervo da biblioteca física e expande suas atividades também para um ambiente novo, extremamente dinâmico, moderno e interativo. 

Podemos assim dizer que, antes de tudo, o bibliotecário digital se torna também um gestor de dados nas novas plataformas de leituras virtuais.

Além disso, as bibliotecas digitais ganham um novo papel na sociedade moderna, possibilitando uma democratização do conhecimento, jamais ensaiada na história da humanidade. E, indiscutivelmente, o bibliotecário digital é o principal motivador social desse cenário, promovendo o acesso, a orientação e a organização de todo esse material em um ambiente virtual e completamente sem fronteiras.

E os principais desafios do Bibliotecário Digital

Enquanto as oportunidades dessa transformação se espalham pelo setor educacional, cabe ao profissional e as IES se atualizarem e buscarem as devidas adequações no mercado. 

Para isso, cursos, capacitações, eventos, entre outros meios, são cada vez mais comuns nesse ambiente, em que profissionais e instituições podem conhecer novas tendências e entender um pouco melhor as necessidades e expectativas do setor educacional hoje.

Além disso, plataformas inteligentes e completas de Bibliotecas Digitais tornam essa transformação ainda mais fácil, prática e eficiente, permitindo que IES e profissionais do setor operem com ferramentas avançadas e modernas em suas estruturas.

Nessas plataformas, por exemplo, o Bibliotecário Digital agrega uma função importante, totalmente atrelada às ementas de cursos e planos de ensinos da IES, em que suas atividades de suporte e apoio ao leitor, passam a ser mais automatizadas, interativas e dinâmicas.

Enfim, o papel do Bibliotecário Digital se expande nessa nova Era tecnológica do setor educacional e agrega novos valores fundamentais no acesso ao conhecimento. 

As bibliotecas virtuais já são uma realidade na rotina das IES e, portanto, cabe ao profissional se adequar à essa tendência e compreender que sua atividade vai muito além da função administrativa. É também social, tecnológica e construtiva!

Curtiu? Então, compartilhe o post em suas redes sociais e amplifique essa mensagem a outros profissionais e instituições de ensino de seu círculo.

Open chat
1
Alguma dúvida?
Olá!
posso te ajudar?
Powered by